ABC negocia contrato de Gestão com entidade sem fins lucrativos

 

A Diretoria da Associação Beneficente de Canoas (ABC), mantenedora do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), divulgou nota, na última semana, anunciando que está em tratativas para assinar contrato de Gestão com o Instituto de Apoio ao Desenvolvimento da Vida Humana (IADVH).

O instituo é uma entidade sem fins lucrativos, e ficaria por um período de 05 (cinco) anos com o contrato, que prevê a implementação de um planejamento estratégico, facilitando a tomada de decisões, pretendendo uma melhor organização no cumprimento das metas de gestão, ferramentas de controle de custos, melhoria da qualidade e eficiência nos atendimentos.

“A intenção desta gestão compartilhada é o aumento da capacidade de atendimentos e ganhos na qualidade da assistência a partir de um novo modelo de gerenciamento, abrangendo uma reforma da estrutura predial, aquisição de equipamentos e materiais médicos, auditoria de processos que visam o acréscimo de receitas, tanto do SUS, como de convênios e particulares”, diz a nota da ABC.

De acordo com o diretor administrativo financeiro do Graças, Francisco Marques, o contrato deve ser assinado durante a próxima semana. Ele detalha que a remuneração do instituto dependerá exclusivamente do sucesso do seu trabalho: “vamos fiscalizar e cobrar resultados mês a mês”.

O diretor ainda ressalta que haverá investimento em reformas na estrutura do hospital, com foco para a área de convênios. “Temos que melhorar o pronto atendimento do convênio. Isso certamente será uma bela fonte de receitas para também atender no SUS”, afirma Francisco.

HPSC

A situação do Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) continua crítica. Na quarta-feira, 3, a superlotação no Hospital se repetiu, 185% de ocupação.  Confira a lotação registrada no HPSC: Sala Vermelha: 6 leitos com 8 pacientes, sendo 6 em ventilação mecânica; Sala Laranja: 6 leitos com 10 pacientes, sendo 4 em ventilação mecânica; Sala Amarela: 13 leitos com 27 pacientes; Sala Verde: 14 poltronas com 20 pacientes, sendo 16 internados; Sala Roxa: 14 pacientes; 62 leitos de internação todos lotados; UTI: 10 leitos lotados.