Arquivos da Câmara de Nova Santa Rita queimados em incêndio

Câmara dos Vereadores de Nova Santa Rita pegou fogo no sábado, 8. Foto: Assessoria Vereador Danilo Barbudo (Solidariedade)

Câmara dos Vereadores de Nova Santa Rita pegou fogo no sábado, 8. Foto: Assessoria Vereador Danilo Barbudo (Solidariedade)

Com motivo ainda desconhecido, mas com início por volta das 21 horas de sábado, 8, um incêndio destruiu boa parte da sede do Legislativo de Nova Santa Rita. O fogo extraviou documentos que estavam no Gabinete do Presidente, Guilherme Mota (PMDB), na recepção e pelo menos no Plenário e no Protocolo. Também estragou aparelhos como ar-condicionado, computadores, eletrônicos em geral e móveis. O prédio possuía Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI).
A estrutura, na av. Santa Rita, no centro da cidade, foi ocupada em fevereiro deste ano. Tão nova que os gabinetes dos 11 parlamentares não estavam concluídos e, por conta disso e da porta corta-fogo, não foi atingido. Evitando também a extensão das chamas para a cozinha e o arquivo morto. A documentação, no entanto, é salva diariamente das 7 horas até as 19 horas em um backup (cópia de dados de um dispositivo para outro) que fica disponível na internet.
A cidade não possui guarnição do Corpo de Bombeiros. Em função disso, dois carros foram enviados, deixando Canoas sem desassistida. O primeiro levou cerca de vinte minutos para concluir o trajeto, acompanhada de outra, que levou cerca de meia hora para ir de encontro com as labaredas. Em aproximadamente 2h30min o fogo finalmente era controlado. A perícia ainda trabalha no local para descobrir qual foi o ponto de início do fogo.
A Câmara de Vereadores encontrou asilo no Executivo, alojada provisoriamente nas dependências da Prefeitura administrada por Margarete Ferreti (PT). A estrutura de 11 vereadores, 12 servidores, mais assessores continuará com sessões às terças-feiras no auditório da cidade, na rua Hélio Fraga, centro de Nova Santa Rita.