A arte como instrumento de inclusão social e aprendizado sobre a diversidade

Simone Dutra

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que ocorre entre 21 e 28 de agosto, traz inúmeras reflexões acerca da acessibilidade e inclusão em quase todos os espaços sociais. A Inclusão Social defende o convívio de segmentos historicamente excluídos. Trata de pessoas abandonadas na sociedade e distantes das comuns oportunidades.

Este debate se torna cada vez mais necessário para que se possa esclarecer como funcionam os centros de apoio e os modelos de inserção dos que ainda são não estão completamente inseridos da vida cotidiana da população  em geral, situações que ocorrem por algum tipo de deficiência, seja ela física ou intelectual, e com isso ter real equidade entre os indivíduos.

A arte para incluir

A arte tem se mostrado uma ferramenta para a melhoria das condições de vida das pessoas com deficiência. Em Canoas, um exemplo desse trabalho vem sendo desenvolvido pela Associação Legato, criada em agosto de 2008, através de projetos que visam a inclusão da Pessoa com Deficiência através da música, dança e teatro. A associação atende crianças, jovens e adultos canoenses, estendendo sua assistência a comunidades de Porto Alegre e Região Metropolitana.

O local serve também para adaptar, reabilitar e capacitar para a introdução no mercado de trabalho. Hoje, a entidade realiza os trabalhos de: Atendimento Educacional Especializado de Saúde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Social; Oficinas de Música, Teatro, Dança e Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Segundo o Diretor Administrativo da Associação, Pedro Dutra, “É uma honra e motivo de orgulho fazer parte deste projeto, que transforma através do universo artístico. Transforma a vida de quem participa e de sua família. Dificuldades enfrentamos, mas o resultado é motivador”.

Uma dessas vidas citadas por Pedro é a de Samuel Correa Machado, 30 anos, que tem Síndrome de Down, e que participou do coral da entidade desde 2005. Ele ainda frequenta a Associação todo sábado para atividades de grupos artísticos, como a Companhia Trivoli. “Aqui eu fiz amigos, aprendi a cantar e fazer contato com as outras pessoas”, comenta Samuel.

A música também está presente em outra entidade atuante no município, a Associação Canoense de Deficientes Físicos (Acadef). A organização não governamental, sem fins lucrativos, de utilidade pública municipal, estadual e federal, utiliza a arte através do Grupo Musical Piquelanos (Alunos Cadeirantes) com violão e voz, coordenado pelo professor Pedro Guisso.

Demais entidades

A EMEF Bilíngue para Surdos Vitória, Associação dos Deficientes Visuais de Canoas (Adevic), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Canoas (Apae), Associação Pestalozzi de Canoas e a ONG Chimarrão da Amizade são outros centros que prestam atendimento e apoiam as Pessoas com Deficiência e seus familiares em Canoas.

Panorama Nacional

Segundo o último Censo, realizado em 2010, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), o Brasil possui mais de 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência (23,9% da população do país). Das quais, a deficiência mental ou intelectual foi declarada por mais de 2,6 milhões de brasileiros, cerca de 1,4% da população brasileira.

Confira a programação da XX Semana Municipal da Pessoa com Deficiência

25 de agosto, sexta-feira
13h30min às 17 horas: Fórum Municipal da Saúde da Pessoa com Deficiência.
Local: Associação Pestalozzi, avenida Guilherme Schell, 6206.

26 de agosto, sábado
13h30min: Piquenique da ONG Chimarrão da Amizade.
Local: Parque Getúlio Vargas (Capão do Corvo).

27 de agosto, domingo
13 às 19 horas: III Ação Beneficente do Clube Baixos Canoas
Arrecadação de alimentos para doação a entidades assistenciais.
Local: Parque Eduardo Gomes (Parcão).
16 horas: Apresentação da Associação Legato Circo Varietê.
Local: SESC Canoas – avenida Guilherme Schell, 5340.

28 de agosto, segunda-feira
9 horas: Abertura do CECA e PARACECA
Local: ULBRA – avenida Farroupilha, 8001, São José.
18 horas: Entrega do prêmio destaque COMDIP 2017
Local: Câmara de Vereadores – Rua Ipiranga, 121.