Bem-Estar Animal retoma atendimentos

O Centro de Bem-Estar Animal (CBEA), retomou, na última quinta-feira, 25, os atendimentos realizados. Ainda em reformas, o centro disponibiliza serviços externos, devido a uma parceria com a Aeronáutica, que instalou dois hospitais de campo junto ao prédio. O processo de revitalização do CBEA também conta com o apoio da rede de protetores de animais de Canoas.

O prefeito Luiz Carlos Busato destacou que a administração municipal trabalha para qualificar e ampliar o atendimento no Centro de Bem-Estar Animal. “Estamos trabalhando na emergência, ainda não estamos conseguindo fazer o trabalho como a gente gostaria que fosse. Hoje, retomamos o atendimento da população, começamos a atender ambulatorialmente”.

A vice-prefeita Gisele Uequed agradeceu a rede de protetores de animais de Canoas e o gabinete da deputada Regina Becker Fortunati, que participaram de todo o processo que culminou com a reabertura do CBEA na quinta-feira. “Agradecemos todo o apoio recebido nesse período, chegamos a um consenso sobre como reabrir o CBEA sem prejudicar as obras que precisam ser feitas. É um primeiro passo, mas vem muita coisa boa por aí”, ressaltou.

Atendimento

Enquanto a reforma do prédio do CBEA não é concluída, as barracas disponibilizadas pela Força Aérea sediarão 15 atendimentos diários: serão dez atendimentos previamente agendados e cinco reservados para casos de emergência, com risco iminente de morte. Os atendimentos poderão ser agendados pelos telefones 3429-2924 ou 3427-1167.

Serão recebidos no Centro de Bem-Estar Animal tanto animais encaminhados pela rede de protetores da cidade quanto pela população em geral. “A nossa prioridade será atender as necessidades de proprietários de baixa renda, que comprovem inscrição no Cadastro Único do governo federal. No entanto, como a demanda é muito grande, vamos procurar atender a todos”, destaca o diretor do CBEA, Fábio Marques.

O secretário do Meio Ambiente, Paulo Paim, esclarece que, neste primeiro momento, não serão realizadas cirurgias. “Estamos reabrindo o Centro de Bem-Estar Animal mas ainda não em plenas condições”.

Castrações

O Programa de Castrações da Prefeitura de Canoas foi submetido à análise do Conselho Regional de Medicina Veterinária. A estimativa da Secretaria do Meio Ambiente é retomar as castrações dentro de 60 dias, depois que o centro cirúrgico estiver pronto e houver aprovação pelo CRMV. O Programa prevê também a descentralização dos procedimentos, por meio do “castramóvel”, um veículo adaptado para realizar os atendimentos nos bairros. O objetivo da administração é fazer 6 mil castrações por ano. Como o centro cirúrgico do CBEA ainda não foi concluído, a meta para 2018 é chegar a 3 mil.