Canoenses vão às compras para comemorar o Natal

Foto: Vini Dalla Rosa

SIMONE DUTRA*

Canoas se prepara para as festividades de fim de ano com calor intenso. Nas últimas semanas, a agitação comercial desta época do ano lotou os shoppings, lojas e centros comerciais por quem aderiu ao ritmo de compras de Natal e aproveitou para se refugiar das temperaturas elevadas. O bairro Estância Velha chegou a registrar o dia mais quente do ano, com 40,7°C.

Em novembro de 2017, a estimativa dos comerciários de Canoas era de crescimento em virtude da chegada do ParkShopping Canoas, que trouxe mais 268 lojas para a cidade. O otimismo se concretizou com um avanço significativo nas vendas daquele ano para a empresa Multiplan, que cresceu 58,6% no quarto trimestre de 2017, alcançando R$ 135 milhões de lucro líquido, de acordo com dados revelados no site da própria companhia.

O presidente do Sindicato Comércio Varejista de Canoas (Sindilojas), Denério Rosales Neumann, acredita que as vendas no comércio de Canoas deste ano será ainda mais positiva do que no ano passado, porém, afere como abaixo do esperado o desempenho de consumo até agora. “Esta última semana teve um crescimento interessante e deve compensar estes indicadores. Vejo os comerciantes locais bastante entusiasmados. E, é claro, depois da chegada do shopping novo nossa receita no município melhorou, pois recebemos muitas pessoas de fora da cidade. Canoas virou atrativa para os consumidores de toda a região, ainda mais nesta época do Natal, que é o período de maior aquecimento comercial”, avalia.

Uma pesquisa realizada em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) diz que as projeções permanecem no mesmo patamar de 2017 e indicam uma injeção de aproximadamente R$ 53,5 bilhões na economia nacional em 2018.

A tradicional Feira de Natal do Calçadão de Canoas também é uma alternativa econômica e acessível para quem ainda está buscando presentes de fim de ano. Localizada na Rua Tiradentes, entre a Quinze de Janeiro e a Getúlio Vargas, Centro da cidade, o espaço de vendas segue até a próxima segunda-feira, 24, véspera de Natal.

Economia Solidária expõe produtos em 40 bancas na Feira de Natal

Nesta edição da feira, a novidade é a venda de discos de vinil e livros. Em uma espécie de “balaio literário”, uma das bancas oferece obras a partir de R$ 1. Para os amantes do vinil, há mais de 600 opções de discos novos e usados expostos – de Led Zeppelin a Roberto Carlos, há itens para todos os gostos.

A Feira de Natal é uma promoção do Fórum Canoense da Economia Solidária, com o apoio da Prefeitura Municipal de Canoas, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) e da Diretoria da Economia Solidária.