Continua a crise no Hospital Nossa Senhora das Graças

O Hospital Nossa Senhora das Graças teve seu setor de emergência do SUS fechada no dia 5 de agosto devido a uma superlotação. Depois de cinco dias fechado, o setor voltou a funcionar. Na ocasião a administração do hospital enviou nota à equipe de reportagem do jornal Timoneiro, dizendo: “Hospital Nossa Senhora das Graças, através da sua diretoria técnica, informa à população canoense que está restabelecendo o fluxo normal de atendimentos na emergência de urgência e emergência no hospital. Por conta da superlotação da semana passada os atendimentos estavam restritos, mas após esforços entre direção técnica e equipe médica do hospital, podemos hoje restabelecer o atendimento normal para atender a nossa população”.

No entanto, após o anúncio do restabelecimento do atendimento SUS na emergência, continuaram chegando relatos de superlotação e de pacientes não atendidos no setor do Graças. A situação impacta também nos demais hospitais da região.

Na manhã desta sexta-feira, 24, vereadores participaram de reunião da comissão criada para discutir e buscar soluções para os problemas enfrentados pelo Hospital Nossa Senhora das Graças. Além de representantes do Legislativo, o grupo de trabalho, que se reúne semanalmente, é formado por integrantes da direção da ABC e do hospital, médicos, funcionários, Conselho Municipal de Saúde e pela Secretaria Municipal de Saúde.