Em nova sede, Abrigo Raio de Sol passa por transformação

O Abrigo Raio de Sol, lar que acolhe crianças e adolescentes de Canoas, há nove meses passou por uma transformação, está em uma nova sede e sob nova administração. Em agosto do ano passado, na atual gestão municipal, o local passou a ser gerido pela Ação Social Santa Isabel. Na terça-feira, 3, a vice-prefeita, Gisele Uequed (Rede), visitou o Abrigo para verificar as melhorias feitas.

“Não me sai da cabeça a imagem das crianças quando as visitei, em dezembro de 2016, antes de assumirmos o mandato. Olhava para elas e pareciam gritar por socorro. Naqueles olhares eu entendi que a gente tinha de fazer algo. Agora, com o ingresso da Ação Social Santa Isabel e o trabalho da secretária Luísa Camargo (Desenvolvimento Social), mudamos esta realidade. Me sinto tocada ao ver jovens felizes e satisfeitos por estarem aqui”, declarou emocionada a vice-prefeita.

Gisele também destaca o cuidado nas instalações: “Me impressionei especialmente com o cuidado no quarto dos meninos. Roupas bem dobradas, cama arrumada, tudo organizado, não devendo em nada às meninas. Além de cuidar bem deles aqui dentro, nossa meta é pensar o momento da saída do abrigo. Queremos que eles tenham oportunidades no mercado de trabalho”, disse Gisele. “Já estamos recebendo elogios de outros locais”, revelou.

O presidente da Ação Social Santa Isabel, gestora do Lar, Everton Alfonsin, observa que é visível a melhoria na autoestima dos jovens. “Hoje eles não têm vergonha em afirmar que estão no Raio de Sol e falam com entusiasmo”, conta. Alfonsin salienta que o Raio de Sol é apontado como referência pelos órgãos públicos do Estado e de outros municípios. “Gradativamente estamos conseguindo que as crianças retornem para suas famílias, o que é o propósito do abrigo da Prefeitura”, frisou.

Melhorias

De acordo com a gestão Municipal, o Abrigo Raio de Sol passou por uma transformação nos últimos meses. A casa recebeu sistema de monitoramento interno por câmeras 24 horas, nova pintura tanto na parte interna como externa e foram adquiridos 30 roupeiros novos. Áreas internas como o posto de enfermagem, a biblioteca e a sala de atendimentos passaram por renovação. Atualmente, o abrigo acolhe 26 crianças, todas matriculadas na rede municipal de ensino.