Entra em funcionamento a nova sede da escola Julieta Balestro

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Julieta Balestro voltou a funcionar na última quarta-feira, 1º de agosto, após período de interdição. Em sede provisória, os estudantes retomaram as atividades normalmente. Durante o período em que a instituição não esteve em funcionamento, os alunos foram remanejados, pela Secretaria Municipal da Educação, para outras EMEIs, conforme escolha dos pais e responsáveis.

A interdição foi uma medida preventiva após constatação de comprometimento na estrutura do prédio. Análise técnica demonstrou que a escola, cuja obra iniciou em 2013, foi construída com materiais sensíveis à umidade, incompatíveis com o clima do Rio Grande do Sul.

A prefeita em exercício de Canoas, Gisele Uequed (Rede), ressaltou o compromisso da Administração municipal com a qualidade da Educação e com o bem-estar dos alunos. “Nossa gestão tem um olhar especial para Educação. Agimos rápido no caso da EMEI Julieta Balestro para buscar uma solução sem quaisquer prejuízos às crianças e às famílias, elas permanecem unidas nas mesmas turminhas sem perdas na área pedagógica”.

Desde o fechamento da escola, há cerca de 80 dias, pais e responsáveis, representados por uma comissão, têm tido constantes encontros para a proposição de ideias. Um das alternativas propostas pela comissão foi o aluguel de um espaço nas proximidades da EMEI para sediar a escola.