Ex-prefeito e pré-candidato ao Piratini, Jairo Jorge acumula processos

Os processos e Jairo Jorge (PDT) já têm uma relação antiga. O ex-prefeito de Canoas e atual pré-candidato ao governo do Estado enfrenta uma longa lista de processos, que começou a ser construída desde seu segundo mandato como gestor da cidade. Agora, ele ainda responde a diversas acusações, com variados focos. Entre elas, figuram denúncias por irregularidades na contratação de empresas de lixo, pelo projeto do Aeromóvel, investigações por Lavagem de dinheiro e ação de improbidade administrativa motivada por irregularidades na merenda escolar da cidade.

Ministério Público

Em novembro de 2017, o Ministério Público Estadual (MPE) entrou com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-prefeito Jairo Jorge. A ação ocorreu por irregularidades no contrato que estabelecia o recolhimento do lixo na cidade. Outra ação, motivada por irregularidades na merenda escolar do município, chegou a bloquear os bens do ex-mandatário de Canoas. Tais processos ainda estão em andamento.

Questionamentos

Autor de grande parte dos processos, o advogado e ex-procurador do município, José Carlos Duarte tem questionado diversas ações de Jairo durante seu tempo à frente da cidade. Em reportagem publicada em novembro de 2017, no jornal Timoneiro, Duarte avaliou a construção do Aeromóvel como um “elefante branco”. Na ocasião, o advogado havia protocolado ação civil pública pedindo a suspensão de pagamentos, obras e trâmites referentes à implantação do Aeromóvel. Hoje, a atual gestão já paralisou as obras, devido a um parecer da Metroplan. Outros processos de autoria de Duarte apontam um esquema de pagamentos irregulares para diversas empresas entre 2012 e 2016.

O que diz Jairo Jorge

Em nota, Jairo Jorge afirma: “Jairo Jorge acredita nas instituições, especialmente no Poder  Judiciário. Ele lembra que não há nesses processos nenhum ato em benefício próprio ou de corrupção. ‘Acompanhamos com tranquilidade o julgamento desses processos. Vários já foram julgados e vencemos, mostrando que estávamos corretos. A oposição, que não conseguiu me vencer nas eleições de 2008 e 2012,  entrou com várias ações para tentar destruir meu trabalho e minha reputação’”.