HISTÓRIAS CRUZADAS: A Esperança

Capítulo 5
Por Hector Quines

Enquanto Alex tinha sua experiência transcendental nos túneis ocultos sob a cidade, a jovem Gabriela, de apenas 18 anos, acordava assustada mais uma vez no bairro Mathias Velho. Desde seu primeiro ano de idade, tem o mesmo sonho todas as noites. A imagem de um homem sendo capturado por criaturas horrendas, que ela sequer pode descrever, tal a falta de parâmetros em relação a qualquer coisa que já tenha visto na Terra. Aliás, Gabriela vive sua vida inteira focada em descobrir quem ou o que são aqueles seres. Um puro fruto do subconsciente de uma criança? Monstros de algum filme que ela viu muito pequena e que ficaram gravados em sua memória? Impossível precisar, mas o que é certo é que ela consegue descrever nitidamente o homem que aparece em seus sonhos e, se um dia encontrá-lo na rua, é capaz de reconhecer imediatamente. Ironicamente, nunca se preocupou com isso, para ela aquele cidadão é um detalhe dos seus pesadelos e, certamente, um rosto fabricado pela sua mente. Qual será a surpresa de Grabriela quando ela descobrir que não se trata de um rosto aleatório e, sim, de alguém que existe e viveu na sua cidade? Como os caminhos de Gabriela e Alex vão se cruzar?

É uma pergunta difícil de responder e, talvez, fique sem resposta, uma vez que ele parece estar envolvido com algo tão perigoso e desconhecido que pode lhe custar a vida. Será que vai dar tempo dos dois protagonistas se conhecerem? Embora não possa se afirmar que sim, é possível garantir que os sonhos de Gabriela não são aleatórios e que Alex e ela nunca se encontraram antes. Portanto, é possível que ela tome um grande susto se tomar conhecimento de que Alex de fato existe e, no mesmo dia em que começaram seus pesadelos, ele viveu na realidade aquela cena que para ela sempre foi apenas um sonho ruim. Mas, ao contrário do que este narrador pensava, a descoberta de Gabriela não tardou tanto a acontecer.

Neste exato momento ela abriu seu Facebook no celular e deu de cara com uma foto de Alex. Uma amiga o fotografou dormindo na praça do Avião, e postou a imagem, pedindo que as pessoas o ajudassem. Gabriela agora quer encontrá-lo, mas para que ele a ajude.