Justiça desaprova contas de campanha de Beth Colombo referente às eleições de 2016

As contas da campanha da então candidata à Prefeitura de Canoas em 2016, Beth Colombo (PRB), foram desaprovadas pela Justiça Eleitoral de Canoas. A sentença do dia 19 de setembro, assinada pelo juiz Sandro Antonio da Silva, ainda determinou que a candidata pague o valor de R$ 121.488,10 ao Tesouro Nacional.

O fato não tem influência na atual candidatura de Colombo, que concorre a uma vaga na Assembleia Legislativa no pleito deste ano. De acordo com a sentença, Beth foi intimada a prestar esclarecimentos durante o processo, que também analisou a apreensão de R$ 500 mil em seu comitê de campanha.

Ainda, segundo o texto, houve descumprimento quanto à entrega dos relatórios financeiros de campanha no prazo estabelecido pela legislação eleitoral. Também foram apontados indícios de recebimento, direto de fontes vedadas, de arrecadação de permissionárias de serviço público, que não podem ser utilizadas em campanhas eleitorais. A decisão ainda enumerou diversos problemas na prestação de contas, com erros e irregularidades em doações. A sentença está sujeita a recurso perante o TRE-RS.

Maiores informações na edição impressa do jornal Timoneiro, na próxima sexta-feira, 28.