Mossini: “Dinheiro público deve ser bem cuidado”

Em tempos de crise fiscal, contenção de gastos e falta de recursos na gestão pública, o novo presidente da Câmara de Vereadores de Canoas, Cezar Paulo Mossini (PMDB), afirma que, em 2019, a austeridade será o principal foco na Casa legislativa. O parlamentar concedeu entrevista ao jornal Timoneiro na última quarta-feira, 9 de janeiro, e detalhou diversos pontos sobre o atual contexto da cidade e sobre sua atuação na Câmara.

Austeridade

Já acostumado a ocupar o cargo de presidente do Legislativo Municipal, Mossini afirma que repetirá e melhorará sua atuação de 2010, quando, segundo ele, obteve sucesso na economia de recursos da Casa. “Vou cortar todos os gastos supérfluos, e para dar o exemplo, não usarei os veículos oficiais da Câmara. Dinheiro público deve ser bem cuidado”.

Saúde

Diante do contexto de crise na saúde da cidade, o vereador afirma que está tranquilo e apoiando o governo municipal na busca por soluções: “Participamos do movimento em prol da saúde e executamos ações de apoio na Câmara, indo até à Assembleia e Governo do Estado”. Mossini ainda afirma que os problemas na saúde se devem a uma soma de questões, iniciadas no contrato firmado com o Gamp, durante o governo de Jairo Jorge (PDT). Sobre a gestão atual, o vereador elogia: “O atual governo teve muita seriedade com esse problema. Fiscalizou, denunciou e fez o melhor pela cidade”.

Cezar Paulo Mossini nasceu na cidade de Horizontina, em 1968. Chegou a Canoas em 1987, para servir na Força Aérea Brasileira. No serviço militar por 14 anos, foi eleito vereador no ano de 2000. Atualmente é Cabo da Aeronáutica aposentado. Também formado em Filosofia e Direito, atua como advogado com escritório na cidade. Nas últimas eleições, em 2016, Mossini se reelegeu com 2.868 votos, o mais votado da coligação, mesmo concorrendo e apoiando o candidato a prefeito contra a situação.