Obras na maternidade do Hospital Universitário começaram nesta segunda, 21

O projeto de reorganização  do Serviço de Obstetrícia, Ginecologia e Neonatologia do Hospital Universitário de Canoas, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP), começa a sair do papel nesta segunda-feira, 21, com o início das obras na maternidade.

A reforma contempla a implantação do Hospital DIA e do Banco de Leite Humano, Ambulatório de Alto Risco  Gestacional, aumento de 10 leitos no setor de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional, aumento de cinco leitos no Cuidado Intermediário Neonatal Canguru, reforma do Centro Obstétrico, implantação do Centro de Parto Normal, reforma do Alojamento Conjunto, reforma de uma unidade para Convênios, aumento de leitos para Alojamento Conjunto, Unidade de Internação Obstétrica, Unidade de Ginecologia Clínica e Cirúrgica e serviço de Ginecologia.

O prazo para conclusão das obras é 60 dias. No entanto, vale ressaltar que não haverá qualquer alteração no atendimento às pacientes que procuram o Hospital Universitário.