Trocas de turmas geram polêmica em escola estadual

Na última terça-feira, alunas do EJA do Colégio Estadual Tereza Francescutti contataram a redação do jornal O Timoneiro para informar que estavam descontentes com a relação da direção da escola com os estudantes.

Segundo elas, em 2013 as turmas foram reconfiguradas, fazendo com que antigas colegas ficassem em salas separadas. Segundo conta a aluna Roseide de Fátima Dias, as estudantes procuraram a direção e foram ignoradas quando pediram para que as colegas fossem reunidas. “O diretor disse que se estávamos descontentes podíamos cancelar nossas matrículas. Isso lá é coisa que se diga para adultos que estão se esforçando para estudar. Tenho uma colega que estuda para acompanhar a filha, que tem deficiência, e agora ficou em sala separada da menina. Nem no caso dela abriram exceção”, conta

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a 27ª Coordenadoria de Ensino, para saber a posição oficial sobre a situação. No entanto, o órgão não foi informado do ocorrido nem pela direção e nem pelas alunas.

Powered by Supremo Hosting

Assine nossa newsletter