PRAÇA DA AMIZADE: Faltam manutenção e segurança no Igara II

Moradores contam que praça da Amizade virou ponto de tráfico de drogas

Durante a última semana, o jornal O Timoneiro re- cebeu ligações de moradores da rua dos Lírios, no bairro Igara, reclamando do agravamento da situação da cha- mada praça da Amizade. Segundo os moradores, o local encontra-se em estado de abandono há pelo menos dez anos, tendo a situação se agravado cada vez mais de cinco anos para cá, se tornando ainda pior nos últimos dias.

As reclamações dos moradores, que se sentem abandonados parcialmente desde o governo de Marcos Ronchetti e totalmente deixados de lado depois que Jairo Jorge assumiu a Prefeitura, vão desde a falta de limpeza e manutenção da praça até a preocupação com a segurança de quem transita por ali.

A segurança, por sinal, é vista como o principal dos problemas apontados, uma vez que, de acordo com todos os moradores que contataram nossa equipe por telefone e também com os que conversamos durante a visita feita ao local, a praça se tornou ponto de tráfico e de uso de drogas, além de já ter servido de palco para diversas brigas.

“Não tem como deixarmos nossas crianças utilizarem os brinquedos da praça, pois o tráfico ocorre ali durante o dia inteiro. A parte da cancha de bocha está sucateada e é usada como esconderijo por assaltantes. Além disso, a Prefeitura não poda as árvores da calçada em torno da praça com regularidade, o que favorece para que ocorram assaltos”, disse uma moradora.

Outro morador destacou que existem várias casas que estão à venda no entorno da praça. “As pessoas não estão mais aguentando morar aqui, com tanta insegurança. Há dez anos esta praça é deixada de lado, sem manutenção, com quadras de esporte depredadas e com o mato alto como está agora. O que piorou na atual gestão da Prefeitura foi mesmo a segurança. O resto já era ruim e só está piorando”, desababou.

Contraponto
Perguntada por nossa equipe a respeito da situação da praça, a Prefeitura enviou, por email, a seguinte resposta: “A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania (SMSPC), através da equipe da Guarda Municipal (GM), informa que ao redor do local citado são feitas mais de dez rondas semanais, incluindo por motos e as rondas escolares, e que a GM não tem registro de ocorrências. A orientação é que a população faça denúncias aos órgãos competentes. No caso de tráfico de droga a denúncia deve ser feita pelo 190 (telefone da Brigada Militar).

Quanto às questões de infraestrutura, as informações podem ser passadas para o 153, telefone da Guarda Municipal, para que as equipes dêem o encaminhamento às secretarias correspondentes. A SMSPC informa ainda que desde o segundo semestre do ano passado desenvolve o programa piloto Praça Segura, que atualmente envolve mais de cem praças, e
em breve será expandido, gradativamente, para abranger as praças de menor porte, como é o caso da Praça da Amizade.

Sobre a manutenção do espaço, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente informa que está sendo construído um termo de referência que viabilizará licitação para contratação de uma empresa terceirizada para realizar a manutenção de praças e parques. A expectativa é que nos mês de julho o processo esteja concluído”.

  • Imprimir