Ot Niterói: Biblioteca da Cema: um espaço de cultura

A Biblioteca José de Alencar, mais conhecida como Biblioteca da Cema, localizado na rua Tamoio, 420, é a realização de um sonho de adolescência de Iglacema Brito da Silva, 63, mais conhecida como Cema. Ela realizou seu sonho em 22 de fevereiro de 2009. Com 61 anos de idade, ela não viu seu sonho diminuído pelo tempo: começou com 300 livros. Hoje, conta com mais de 2.000 títulos, parte são obras que já pertenciam a ela e os demais são provenientes de doações ou mesmo foram achados no lixo.

"Com o tempo, o pessoal já foi conhecendo e doando livros”, conta. Até as estantes foram doações. Iglacema confessa que nem em seus sonhos imaginaria a quantidade de livros que a biblioteca tem, dando tão certo. Sua principal intenção quando montou a biblioteca era incentivar a leitura dos jovens, os fazer tomar gosto pela literatura.

O sonho
Quando apenas sonhava em montar uma biblioteca, se sentia em casa na biblioteca do colégio onde estudava. Cema conta que quando tinha 16 anos era bastante rebelde. Ela ressalta que fez parte de grêmios estudantis durante a ditadura e queria ser professora, mas não a deixaram continuar os estudos porque era canhota, já que isso era visto como algo não natural por seus professores. Hoje, ela dá aulas e ninguém mais a incomoda por escrever com a mão esquerda.

Como retirar livros
Para pegar livros na Biblioteca da Cema, que funciona de segunda a quinta-feira, das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas, basta fazer um cadastro e pagar uma mensalidade simbólica, de dois reais. O acervo da biblioteca possui diversos tipos de livros, com pilhas de livros didáticos, já que Iracema também dá aulas de reforço e letramento, até obras de seu autor preferido, e que nomeia a biblioteca, José de Alencar.

Cema cobra pelas aulas de reforço em sua biblioteca, mas explica que o estresse é muito grande. "É difícil ensinar direito, de segunda a quinta, sem cansar”, disse. Além disso, ela dá aulas de letramento no colégio Augusto Severo, voluntariamente.

Doações
A biblioteca está sempre aberta para doações, se você tiver livros parados em casa, doe. O endereço é na rua Tamoio, 420.
Powered by Supremo Hosting

Assine nossa newsletter