Ot Niterói: Segue desrespeito no posto Niterói

Na última terça-feira, 4, a equipe de reportagem de OT Niterói visitou novamente o posto de saúde Niterói, que fica localizado a menos de uma quadra da Subprefeitura Sudeste. A situação encontrada lá é simplesmente a mesma verificada em nossa última visita: espera de até cinco horas para quem quer conseguir uma ficha para o dia seguinte.

"Para mim deveria ser assim: se tem ficha, chega aqui e pega. É muito ruim ter que chegar aqui muito cedo para ter certeza de que vou conseguir consultar. Cheguei às 6 horas, e antes das 13 horas eles nem começam a entregar as fichas”, disse Barbarina Salini, 70 anos, que toma remédios controlados e, por isso, precisa utilizar periodicamente os serviços do posto.

Outra paciente, Carmen Arlene Nascimento, afirma que também precisa consultar com frequência, pois tem diabetes, e que a cada vez que vai ao posto é a mesma novela: "Isso aqui é um problema muito antigo, não começou ontem. Quando chegamos às 6 horas o portão está fechado, nem temos como nos abrigar nesta cobertura que eles colocaram. Então, se chove, temos que ficar molhados das 6 às 8 horas. Por que não dão ficha quando chegamos e pronto? Precisa esperar até as 13 horas?”.

"O pior é que vêm funcionários aqui na fila, informam o número de fichas do dia, o que varia muito, mas não distribuem mesmo quando veem que já tem o número máximo de pacientes. Temos que esperar até as 13 horas de qualquer forma. Para vir aqui perco dois dias de serviço, para minha sorte o pessoal no meu trabalho entende a situação”, disse uma paciente que não quis se identificar.

Também estava na fila, desde às 8 horas, um homem que preferiu não se identificar e que aguardava a ficha para sua mãe, uma idosa de 60 anos de idade. "Eu vou ficar horas aqui esperando, para poupála. É um absurdo uma idosa esperar tanto tempo numa fila. Por isso, hoje vou perder horas de trabalho. Agora eu deveria estar trabalhando na zona sul de Porto Alegre, mas estou aqui parado.

Na fila, Ilene Limberg também aguardava por atendimento. Ela não consegue parar de tremer nem por alguns instantes e busca descobrir a causa destes tremores. Mesmo nesta complicada situação, ela precisa ficar horas aguardando por uma ficha. Se chegar mais tarde, a chance de conseguir atendimento para o dia seguinte diminui consideravelmente.

Teleagendamento
A Prefeitura está atualmente cadastrando a população para o sistema de teleagendamento para consultas de saúde. O sistema promete acabar com as filas em postos de saúde, pois as pessoas poderão "pegar as fichas” sem sair de casa. No entanto, a maioria das pessoas que aguardavam por atendimento no posto Niterói afirmaram à equipe de reportagem de OT Niterói que não acreditam no sucesso do novo sistema. "Fiz o cartão, mas acredito que vai piorar muito. Agora a gente vem aqui cedo e tem certeza de que, apesar desta espera imensa, vamos ter atendimento no dia seguinte. Como vai ser esse teleagendamento? Vão nos atender rápido? Para quando vai ser marcada a cosulta? Não posso acreditar em mais promessas”, disse uma paciente que preferiu não se identificar. Atualmente, o sistema de teleagendamento ainda não está em funcionamento, pois a Prefeitura está, nesta fase inicial, cadastrando e fornecendo um cartão à população. Este cartão será necessário para agendar as consultas por telefone.
Powered by Supremo Hosting

Assine nossa newsletter