Operações combatem o comércio irregular em Canoas

Na última sexta-feira e sábado, duas operações de combate ao comércio irregular reuniram agentes de fiscalização da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SMDE), da Guarda Municipal e policiais da Brigada Militar. Na sexta-feira, 4, a ação aconteceu em toda a extensão da passarela da Estação Niterói da Trensurb. Foram apreendidos materiais como cigarros, eletrônicos, acessórios de vestuário, relógios, antenas, controles, entre outros. Já no sábado, 5, a fiscalização ocorreu no centro de Canoas, na Rua Tiradentes, sendo recolhidos os mesmo tipos de mercadorias, além de bolsas, óculos e panos de prato.

Ações como estas estão sendo realizadas semanalmente, após um levantamento prévio dos locais mais críticos. Denúncias também estão sendo avaliadas pelas equipes da SMDE. “É um trabalho difícil, mas importante e necessário. Nós realizamos um trabalho preventivo com estes comerciantes, primeiramente orientando para que regularizem a mercadoria. Só após esta conversa, e caso não cumpram o combinado, são autuados pelos agentes”, explica o secretário adjunto da pasta, Julio Matte.

O material recolhido fica armazenado durante um prazo de 90 dias, aguardando a retirada do comerciante, mediante pagamento de multa estipulada pela SMDE. Caso ele não compareça, os artigos são doados a instituições de caridade de Canoas. Produtos apreendidos que ofereçam riscos à saúde, como óculos e cigarros, por exemplo, são destruídos.