Pequenos Cantores do La Salle voltam aos Palcos

Os Pequenos Cantores do La Salle se reúnem, depois de 50 anos, para apresentar um espetáculo no palco do SESC Canoas, nos dias 9 e 10 de junho. Na comemoração do cinquentenário, diferentes gerações se reúnem para relembrar a história do projeto.

São mais de cem voluntários envolvidos no projeto documental, entre técnicos, músicos, cineastas,  e, principalmente os ex-cantores do La Salle,  que protagonizam o desafio de voltarem aos palcos depois de décadas.

Com direção artística do coreógrafo e cineasta  Rubielson Medeiros, idealizador do projeto, o espetáculo também conta com a  codireção do cineasta Gilson Filho e direção musical do músico Jacson Moraes. A trama conta a historia do canto coral escolar brasileiro por meio de coreografias, canto coral orfeônico e projeções e animações cinematográficas.

Além de marcar o cinquentenário do grupo, essa apresentação faz parte de um projeto de mais de três anos que conta também com uma pesquisa cientifica e o lançamento de um filme documental sobre a história do grupo. Na ocasião o La Salle será homenageado pelos seus 110 anos de história e por ter sido a instituição que deu vida a este grupo que completa 50 anos de existência.

Com 110 minutos de duração, a obra foi produzida há dois anos, quando um ex-integrante resolveu fazer sua pesquisa de Mestrado sobre o Grupo. Reunindo dança, canto, uma banda, projeções e atores profissionais o elenco de ex-Pequenos Cantores, hoje adultos, transformam a trajetória do Coral Escolar em um grande espetáculo reunindo iluminadores, técnicos de som e cinema no palco do Sesc Canoas. Músicas como Andança, Vento Negro, cantos tradicionais gaúchos  e ritmos  latinos recheiam o espetáculo que recebeu uma nova roupagem.  Um encontro de gerações  marcam esta nova fase, mulheres e homens entre 30 até 62 anos dividem por mais de uma hora de atuação no show.