Prefeitura paga 13º, férias e salários dos funcionários do Gamp

A Prefeitura realizou, na tarde desta quinta-feira, 27, o pagamento do 13º salário, férias e os salários atrasados de funcionários dos hospitais Universitário e de Pronto Socorro, das Upas Rio Branco e Caçapava e de quatro Caps. O valor correspondente a esses pagamentos já foi enviado ao Banrisul e estão disponíveis para os clientes do banco. Para aqueles funcionários que ainda não têm vínculo com o Banrisul, a Prefeitura e o banco estão criando Contas Registro para a realização do depósito.

Essa movimentação foi necessária, já que o banco utilizado para o pagamento durante a intervenção do Município, o Banrisul, é diferente daquele que era usado pelo Gamp. A Prefeitura de Canoas precisou abrir uma conta corrente para realizar as movimentações financeiras logo após assumir a gestão das unidades, já que os bens da ex-administradora dos hospitais estão bloqueados. Caso os recursos fossem depositados em contas bancárias do Gamp, o valor poderia não ser repassado aos funcionários. Então, a Prefeitura de Canoas, para garantir que o trabalhadores recebessem seus direitos, buscou o Banrisul e garantiu o pagamento. Todas essas ações foram realizadas à luz da Lei.

O Banrisul está criando contas para aqueles trabalhadores que ainda não têm vínculo junto ao banco. Eles serão chamados para assinar a documentação e formalizar a abertura do cadastro.

A Prefeitura fez um esforço para garantir o pagamento aos trabalhadores. Essa ação foi construída junto com os servidores do município. O valor que seria usado para pagar o 13º do funcionalismo municipal foi para a saúde, e os funcionários da Prefeitura tomaram empréstimos, com juros pagos pelo município, para receber o benefício.

Para o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, a avaliação dos primeiros dias de atuação da intervenção é positiva: “Estamos fazendo todos os esforços para garantir a melhoria dos atendimentos em saúde. Compramos medicamentos, regularizamos os serviços e estamos fazendo um pente-fino na gestão dos hospitais e unidades, todo o dinheiro que será investido, vai ser rigorosamente avaliado”.