Produção canoense é selecionada no 45º Festival de Cinema de Gramado

A lista dos filmes selecionados para as mostras competitivas do 45º edição do Festival de Cinema de Gramado foi divulgada para imprensa, nesta terça-feira, 11, na Cinemateca Capitólio Petrobrás, em Porto Alegre. O curta-metragem canoense, “10 Segundos” está entre os 14 filmes que irão abrilhantar a telona do Palácio dos Festivais na mostra de curtas gaúchos – Prêmio Assembleia Legislativa. Além da cidade de Canoas, as obras selecionadas vêm de Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz e Caxias do Sul.

O filme é uma produção independente realizada como conclusão de curso de Produção, na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). O diretor da obra Thiago Massimino, comenta que a sensação de ser selecionado já na primeira produção para o cinema – é indescritível. “É ter a certeza de que estou no caminho certo, fazendo com o coração aquilo que eu amo”, diz.

Massimino explica que teve o primeiro contato com o roteiro em novembro de 2015, quando o roteirista e diretor de fotografia, Wagner Costa, entregou esse “presente” em suas mãos no penúltimo semestre do curso. “Na mesma hora senti que ali tínhamos uma história forte e verdadeira. Acreditei no projeto e o processo de construção foi muito colaborativo e natural”, conta.

Segundo o diretor, outro ponto importante foi essa parceria firmada com o Wagner, que não engessou a história e permitiu que juntos fizessem ajustes importantes para o resultado final da obra.

10 Segundos

O curta-metragem “10 Segundos” apresenta o personagem Miguel, que ao ser acorrentado em um quarto escuro, se vê prisioneiro dos próprios pensamentos. Sem entender o que realmente está acontecendo, os dias passam e Miguel acaba por buscar uma redenção tentando sair daquela escuridão.

Em torno de 15 pessoas participaram da produção do curta. As filmagens ocorreram no mês de maio de 2016, em Águas Claras, no interior do Rio Grande do Sul, e também nos estúdios da Ulbra, em Canoas.

Segundo Massimino, outro ponto importante para ressaltar foi a locação cedida pela amiga, Maria Luíza Moreno. “ Como a locação do filme era a própria casa dela, facilitou bastante na hora de compor a arte, objetos e atmosfera fílmica”, comentou.

Elementos foram retirados do ambiente e outros foram incluídos para transformar a casa. Para o diretor, a parte mais complicada foi a produção do quarto, onde se passa maior parte do filme. “Tivemos que fazer algumas avarias, pintar e chumbar a corrente na parede e produzir alguns elementos de cena”, frisou. O filme ainda conta com a produção de Carolina Rocha, direção de fotografia e roteiro de Wagner Costa.

Ficha técnica completa:

Direção – Thiago Massimino
Direção de Foto e Roteiro- Wagner Costa
Produção – Carolina Rocha
Assis. de Direção – Gustavo Angheben
Assis. de Produção – Bruna Wright
Assis. de Câmera – Klaus Frantz
Ator – Cassio Nascimento
Atriz – Glória Andrades
Direção de Arte – Mariana Astigarraga
Edição e Finalização – Josiel Necker
Mixagem de som – Alberto Raguenet
Arte da Capa – Marcelo Morandini