Sulplaster apresenta inovação na construção civil

Monique Mendes

A Sulplaster é uma empresa jovem em Canoas, mas já se firma no mercado pela agilidade na entrega e a utilização do sistema Drywall, uma tecnologia de construção versátil e sustentável, que não usa água na obra; possui componentes recicláveis e a matéria prima do gesso não gera descartes tóxicos.

A empresa iniciou as atividades em janeiro de 2016 e apostou no ramo de distribuição e instalação desse sistema altamente tecnológico. Segundo o técnico em edificação e sócio proprietário, Guilherme Fagundes, 30 anos, o desejo de abrir a empresa surgiu durante o curso técnico. “Eu ficava rabiscando durante as aulas os nomes que daria para empresa e imaginando como seria gerir meu negócio”, diz.

A experiência e o conhecimento que já tinha sobre o sistema traziam a confiança que o negócio precisava. Ele começou trabalhando com o pai, Vanderlei Silva, que atua na área do gesso há quase 20 anos. Mas, o início não foi fácil para o empreendedor. Ele lembra das dificuldades que enfrentou quando a Sulplaster abriu as portas. “Foi muito difícil abrir a empresa, eu tinha um frio na barriga porque tudo que tinha apostei aqui. Muitos duvidaram da gente. Iniciamos com a compra de uma carga”.

No início, a empresa não tinha funcionários, era Fagundes e a esposa Bruna que administravam tudo. O casal ainda contava com a parceria de terceirizados. “Eu batia de porta em porta e fui para a rua. Não vendia só o material, mas minha experiência. E assim começou a empresa”, diz.

Sistema Drywall

A tecnologia de Drywall é um sistema de construção a seco que se destaca principalmente como solução alternativa à alvenaria, apresentando pontos positivos como a redução de material excedente, relação custo-benefício mais vantajosa, além de possibilitar projetos personalizados, com logística mais ágil e prazos reduzidos de entrega.

Para o empreendedor, o Brasil está atrasado nesse ramo, uma vez que o Drywall já era usado na Europa desde a segunda guerra mundial, quando as pessoas precisavam construir casas de forma rápida e segura. Ele ainda salienta que o mercado brasileiro passou a perceber a importância tecnológica e segurança do Drywall há apenas 10 anos. Nos últimos anos essa forma de tecnologia da construção ganhou força, espaço, e está se consolidando no país.

“Uma obra de alvenaria que pode levar seis meses para ser construída, com o sistema Drywall o tempo de entrega se reduz para 45 dias”, diz Fagundes.
A empresa é também representante dos produtos da mundialmente conhecida Knauf, a qual possui operação internacional e tornou-se referência mundial em sistemas de construção a seco, sendo líder no mercado neste ramo de atuação.

Mercado

A empresa possui abrangência em todo o estado do Rio Grande do Sul e conta com 20 funcionários e diversas parcerias. Atende clientes com obras dos mais variados portes, diversos nichos de consumidor, além de shoppings e pavilhões.

A Sulplaster atua com toda linha do sistema Drywall, como instalação de forros, divisórias, revestimentos, isolamentos términos, acústicos, forros removíveis, modulados e ainda oferece todas as ferramentas necessárias para utilização do sistema. A empresa é loja também e vende diversas marcas em seu espaço, localizado na Rua Almirante Barroso, 236, no bairro Niterói.

Para Fagundes, a preocupação com a qualidade, atendimento e transparência com os clientes são os pontos que destacam o trabalho desenvolvido até hoje e estão consolidando a marca no mercado.

A busca por novas tecnologias que facilitam e promovem a agilidade da entrega da obra também são pontos percebidos de forma positiva pelos clientes, segundo o empresário. Uma delas é o sistema de substituição do andaime por pernas mecânicas. “É um sistema seguro e todos os nossos colaboradores passam pelos melhores treinamentos e capacitações para uso de todas as nossas ferramentas”, explica.

Atualmente, algumas das operações de negócios da empresa são viabilizadas a partir de parcerias desenvolvidas com engenheiros, arquitetos, decoradores e construtoras. O consumidor final também é foco da empresa que investe nas redes sociais para divulgação dos seus produtos e serviços. “Hoje, 80% dos nossos negócios são feitos pelo Facebook, as redes sociais nos possibilitam chegar a todo o Rio Grande do Sul”.

Futuro da empresa

Segundo o empresário, a empresa já está com planos de expansão para o interior do Estado e desenvolvimento do e-commerce, loja online para comercialização dos produtos.

“Nosso e-commerce é um projeto para mais um ano e vamos abrir para todos os nossos fornecedores a opção de colocar um catálogo de seus materiais no site”, explica. A empresa pretende colocar uma equipe especial que cuidará diretamente do e-commerce.

Fagundes salienta que o futuro é sempre uma incógnita, mas que a Sulplaster irá continuar buscando qualificação e o melhor em termos de tecnologia e agilidade para o cliente. “O cliente hoje quer a obra o mais rápido possível, ele tem pressa, quer agilidade e o melhor atendimento, e isso a gente oferece e vai continuar oferecendo”, diz.