Ulbra e Universidade La Salle divulgam indicadores do Enade

O Ministério da Educação divulgou esta semana o Índice Geral de Cursos (IGC) de todas as universidades, centros universitários e faculdades de todo o Brasil.

Universidade La Salle

A Universidade La Salle atingiu um IGC 3,14, o que coloca a instituição na faixa 4, em uma escala que vai de 1 a 5. A avaliação refere-se ao ano 2016, quando a instituição ainda era um Centro Universitário. Nesse cenário, o Centro Universitário La Salle foi o melhor avaliado no Rio Grande do Sul. A Pró-reitora de Graduação da Universidade La Salle, Prof.ª Dr. Vera Ramirez, contextualiza que os índices são fruto de um trabalho de longo prazo: “É o resultado de todo um trabalho realizado com corpo docente, Coordenadores de Curso, Diretorias e Pró-reitoria para a qualificação dos critérios e especificidades do Enade”.

O Curso de Educação Física da Universidade foi considerado o melhor do estado, com CPC 4. Também recebeu destaque na avaliação o curso de Fisioterapia, quarto melhor do Rio Grande do Sul, com CPC 4. Os cursos de Enfermagem e Nutrição ficaram entre os 10 melhores do RS.
A Universidade La Salle também aparece entre as 80 melhores instituições universitárias do Brasil. A colocação, segundo a entidade, comprova os esforços em busca de qualidade, com a qualificação do corpo docente e da infraestrutura institucional, além de bons resultados obtidos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. “O grande desafio é qualificar ainda mais, fazer com que índices cresçam ainda mais. Porque temos que comprovar ainda mais nossa excelência”, completa a Pró-reitora.

Ulbra

Os cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Farmácia, Biomedicina, Fonoaudiologia e Odontologia da Ulbra Canoas receberam nota 4 nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior 2016, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). Outros seis cursos da Ulbra Canoas também avaliados ao longo do ano passado conquistaram o conceito 3: Fisioterapia, CST Estética e Cosmética, Educação Física (bacharelado), Enfermagem, Medicina e Serviço Social. O indicador de qualidade vai de 1 a 5 e seu objetivo é apresentar a situação dos cursos de graduação no país.

Para o pró-reitor Acadêmico, Pedro Antonio González Hernández, os resultados são fruto do engajamento de docentes, discentes e gestores no Programa Enade Permanente, um dos pilares estratégicos acadêmicos do Plano de Desenvolvimento Institucional da Ulbra. “Os resultados positivos contribuíram para o aumento do Índice Geral de Cursos (IGC) (conceito contínuo) da Ulbra, tendo sempre como foco a nossa missão: ser uma comunidade de aprendizagem eficaz e inovadora”, destacou.