Vilma Cidade: “próxima eleição é decisiva para o Brasil”

A pré-candidata ao Congresso Nacional pelo PSL, Vilma Cidade, visitou a redação do jornal Timoneiro na última semana para falar sobre suas propostas. Médica psiquiátrica, Vilma tem forte relação com a área, mas postula suas propostas em diversos temas.

“A situação dos pais está caótica. Se os bons se calam, os maus tomam conta”, afirma Cidade. De acordo com ela, a confiança dos pacientes e o reconhecimento ao seu trabalho foram determinantes para seu ingresso na política: “Eu acho que está na hora de dar um próximo passo”.

Vilma destaca que o Brasil precisa de melhorias nas áreas da saúde, segurança e educação. Além disso, ela aponta uma “decadência ética e moral e de valores” no país. “Nosso presidenciável, Jair Bolsonaro, quer fazer o modelo de escolas militares na maioria das escolas públicas, pra voltar a ter ensino de qualidade. Assim teremos ética e disciplina. Muitos jovens estão perdidos por não ter esses parâmetros claros”, afirma a pré-candidata.

Política Nacional

“Estamos à beira do caos no país, a beira de virar uma Venezuela. A próxima eleição é decisiva para o Brasil”, define Vilma sobre o cenário nacional. Segundo ela, o Brasil está perdendo seu valor, já que os atuais gestores não fazem bom trabalho. “Precisamos de uma boa gestão. Eu também quero fazer parte dessa mudança”, afirma.

Proposta

Questionada sobre o que faria, caso eleita, Vilma promete foco na educação. Ela também afirma que usará as emendas constitucionais disponíveis aos deputados para enviar verbas para Canoas: “Eu vou utilizar por que vão estar disponíveis, mas isso tem que ser modificado, por que se não o presidente acaba usando como negociação para votos. Isso tem que acabar”.